Apresentação

Guarulhos iniciou seu crescimento econômico em função da mineração do ouro. Tempos depois notou-se grande interesse pela cidade devido a quantidade de número de ordens estabelecendo as sesmarias expedidas para a região.
Já foi cultivado em guarulhos arroz, aguardente, café, e muitas outras culturas, assim como criação de gado, suínos e outras atividades pecuárias.
Na década de 40 chegam ao Município indústrias do setor elétrico, metalúrgico, plástico, alimentício, e etc.
Hoje, Guarulhos é uma das cidades onde mais se gera emprego em São Paulo, possui o 7ºmaior Produto interno Bruto(PIB) entre os 5.565 municípios brasileiros, de acordo com o IBGE, é a segunda cidade mais populosa do estado, exporta cerca de US$1,3bilhão, o montante da economia do município (R$14bilhões) equivale ao de países como Bolívia e Paraguai.

Fonte:
site da Prefeitura de Guarulhos
http://www.uol.com.br - outubro de 2006

A História de Guarulhos

Quer saber por que Guarulhos hoje é uma das maiores economias do Brasil? Veja a história da cidade.
Guarulhos teve sua origem como elemento de defesa do povoado de São Paulo. Com a denominação de Nossa Senhora da Conceição é fundado em 8 de dezembro de 1560 o aldeamento dos índios Guarus da tribo dos Guaianases, integrantes da nação Tupi, pelo Padre Jesuíta Manuel de Paiva...

Dados da Cidade

Origem do nome
Segundo alguns o nome da cidade decorre dos indígenas que habitavam a região. O aldeamento dos Índios Guaru da tribo dos Guaianases, integrantes da nação Tupi. Guaru significa "índio barrigudo" ou "Peixe Barrigudo", porém recentes estudos indicam que os índios que habitavam a região eram na verdade "Maromomis" do tronco etno-linguístico "Macro-Gê".

Demografia 
População Total: 1.272.717

Urbana: 1.049.668
Rural: 23.049
Homens: 527.487
Mulheres: 545.230

Densidade Demográfica (hab./km²): 10057,48
Mortalidade Infantil até 1 ano (por mil) 12,46
Expectativa de vida (anos): 73,2
Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 1,88
Taxa de Alfabetização: 98,70%
Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,823

IDH-M Renda: 0,748
IDH-M Longevidade: 42854
IDH-M Educação:8/8325

Etnias:
Cor/Raça                     Porcentagem
Branca                         70,6%
Negra                           5,0%
Parda                           21,9%
Amarela                       1,7%
Indigena                       0,8%

Localização:
O Trópico de Capricórnio divide Guarulhos em duas partes, marcando sua passagem cartográfica no bairro de Vila Galvão, no sentido oeste-leste.

Altitude média: 850m acima do nível do mar.
Latitude média: 23º27' sul e 23º24" sul
Longitude média: 46º25" oeste

Distâncias:
São Paulo - 17,7 Km
Atibaia - 67 km
São José dos Campos - 75 km
Rio de Janeiro - 392 km
Belo Horizonte - 612 km
Brasília - 1.050 Km

Hidrografia
Rio Tietê, Cabuçu, Jaguari e Baquirivu-Guaçu; Represa do Cabuçu e Tanque Grande; e córregos Botinha, Cavalos, Cocaia, Cubas, Cumbica, Itaberava, Itapegica, Japonenes, Lavras, Macacos, Picanço, Pimentas, Queromano, São João e Taboão.

Fontes Hidrominerais
Bacia de Contribuição do Cabuçu; Bacia de Contribuição do Tanque Grande e Bacia de Contribuição do Paraíba do Sul, afluente do Rio Jaguari.

Clima
Subtropical úmido, com temperatura média anual de 19 graus e precipitação pluviométrica média anual de 1.470 mm. Ventos dominantes SE-NO, E- O

Solo
Predominam três tipos de solo:
a) hidromórfico (rico em argila e matéria orgânica) encontrado nas várzeas dos rios Tietê e Baquirivu.
b) Latosolo (arenoso avermelhado) encontrado nas porções de relevo de colinas
c) saprolítico (pouco espesso) encontrado nas regiões montanhosas ou de relevo mais acidentado

Vegetação
Na região serrana predominam a mata primária e secundária, com extensas áreas de campos antrópicos. Antigamente, a paisagem de Guarulhos era formada por vegetação:
a) florestal, compreendendo a Mata Atlântica (na Serra do Mar) e a floresta tropical (na Serra da Cantareira)
b) arbustiva, de cerrados e cerradinho
c) herbácea, de campos
d) de várzea, junto aos rios
Com o crescimento da cidade restou a vegetação da Serra da Cantareira, a maior mata nativa que sobrevive dentro do município (a Reserva Estadual da Cantareira possui uma área de 5.674 hectares, dividida entre a zona norte da Capital, parte de Guarulhos, Mairiporã e Franco da Rocha. É formada por florestas latifoliadas tropicais, onde vivem serelepes, nhambus, tucanos e outros animais). Quase 1/3 da extensão do município é área de proteção aos mananciais, fontes ou nascentes e reservatórios de água (represas).

Topografia
Predomina a topografia acidentada, morros e vales ao norte.

Reservas Ecológicas
O município de Guarulhos possui parte da Reserva Ecológica da Cantareira, áreas de proteção dos mananciais do Parque Ecológico do Tietê e reservas de mananciais do Cabuçu, Tanque Grande e Rio Jaguari.

Relevo:
O relevo guarulhense encontra-se sob o domínio do Planalto Atlãntico, onde podemos verificar os seguintes tipos de relevo: várzeas, planícies aluviais, colinas, morros e serras.
A Serra da Cantareira estende-se ao longo dos limites com Mairiporã, Nazaré Paulista e Santa IZabel, com nomes locais de Serra do Pirucaia, do Bananal, de Itaberaba ou do Gil.

Área da Unidade Territorial: 318.01km²

Administração:
A inauguração da Dutra, em 1952, e as leis de incentivo fiscal, a partir de 1928 - que isentavam as indústrias que se mudassem para Guarulhos de pagar impostos por 15 anos - revigoradas em 1948, impulsionaram a vinda de empresas para a região, dando origem ao Pólo Industrial (hoje com perto de 2 mil empresas) e contribuindo para transformar Guarulhos na segunda maior cidade paulista.

Principais Empresas Na Cidade
Abb, Alcoa, Adams, Bardella, Bauducco, Borlem, Cummins, Degussa, Electrolux, Ford, Gail, Gilbarco, Karina, Lousano, Mopa, Nec, Neobus, Parmalat, Pfizer, Randon, Ray-O-Vac, Rdflex, Renner, Siemens/Equitel, Skol, Thomeu, Toddy/Quaker, Trifil, Vdo, Yamaha

Rodovias
 - Rodovia Presidente Dutra (BR-116)
 - Rodovia Fernão Dias (BR-381)
 - Rodovia Ayrton Senna (SP-70)
 - Rodovia Helio Smidt (SP-19/BR-610)
 - Rodovia Juvenal Ponciano de Camargo "Estrada Guarulhos-Nazaré" (SP-36)

Principais avenidas
 - Av. Guarulhos que liga o Centro a divisa de São Paulo (Penha)
 - Av. Dr. Timóteo Penteado que liga o Centro até o bairro de Vila Galvão indo até a divisa de São Paulo (Vila Nilo) e Rodovia Fernão Dias.
 - Av. Tiradentes que liga o Centro até a Av. Octávio Braga de Mesquita no bairro de Vila Barros.
 - Av. Brigadeiro Faria Lima que liga o bairro do Bom Clima ao bairro Cocaia.
Estr. Presidente Juscelino Kubistchek de Oliveira que liga os bairros de Bonsucesso e Pimentas indo até a divisa de São Paulo (Jardim Helena).
 - Av. Papa João Paulo I que liga o bairro de Cumbica à Bonsucesso indo até a divisa com Arujá.
 - Av. Santos Dumont que liga o bairro de Cumbica até a divisa com São Paulo (Ermelino Matarazzo). 
 - Av. Monteiro Lobato liga o bairro de Cumbica até o Centro.
 - Av. Emilio Ribas liga o Centro à Vila Galvão. 
 - Av. Salgado Filho que liga o Centro à Vila Rio de Janeiro
 - Av. Octávio Braga de Mesquita que liga o bairro do Macedo até o bairro do Taboão.
 - Av. Jamil João Zarif que liga o bairro do Taboão até o Conj. Haroldo Veloso.
 - Marginal Baquirivu que liga a Av. Monteiro Lobato (CECAP) à Av. Jamil João Zarif (Taboão)
 - Anel Viário que liga Vila Galvão até o Parque CECAP, engloba a Av. Pres. Humberto de Alencar Castelo Branco e parte da Av. Guarulhos. Esta via foi construída por onde passava a E.F. Sorocabana (Ramal Guarulhos) conhecida como "Trenzinho da Cantareira".
 - Estrada do Cabuçu que liga Vila Galvão ao o bairro do Cabuçu, e adiante ao bairro do Taboão onde recebe outras denominações: Av. Pedro de Sousa Lopes, Estrada David Correa, Av. Palmira Rossi, Estrada do Recreio, Estrada Ana Diniz.
 - Estrada do Tanque Grande liga o bairro do Jardim São João até a divisa com Mairiporã. Recebe a denominação de Estrada do Saboó.
 - Av. Silvestre Pires de Freitas liga o bairro do Taboão até o bairro do Cabuçu. Esta via continua a partir da Estrada do Recreio com a denominação de Estrada dos Veigas até a divisa com o município de Mairiporã.
 - Estrada do Itaim que liga o distrito de Pimentas até a cidade de São Paulo no distrito de Jardim Helena.

Cultura
A cidade conta com teatros como o Teatro Padre Bento, Adamastor Centro, Adamastor Pimentas e o Teatro Nelson Rodrigues, além de anfiteatros e museus. Além de contar com 21 salas de cinema localizados nos Shoppings Internacional (15 salas) e Bonsucesso (6 salas).

A maior revelação da música de Guarulhos até os dias de hoje é o grupo de rock Mamonas Assassinas. E a cidade conta ainda com orquestras como Orquestra Sinfonica Jovem Municipal e Orquestra de Câmara de Guarulhos.

Economia
Guarulhos é a 10ª cidade mais rica do Brasil, exibindo um Produto Interno Bruto (PIB) de 21, 6 bilhões de reais, o que representa 1,01 % de todo PIB brasileiro[3].

Comércio
Com um diversificado setor comercial a cidade apresenta quatro grandes centros de compras.

O Shopping Internacional (o maior shopping da América Latina, com mais de 300 lojas e 15 salas de cinema) localizado próximo a Dutra;
O recente Shopping Bonsucesso, localizado próximo a Dutra, contudo no extremo leste da cidade, com mais de 140 lojas se apresenta como sendo o segundo centro de compras da cidade;
Poli Shopping, com mais de 60 lojas está localizado na região central da cidade, onde dispõe da localização como diferencial perante os outros;
A cidade também conta com o chamado Aeroshopping, uma vez que o próprio aeroporto transformou-se em um grande centro de compras.
Contudo há diversos mini shoppings espalhados pelo Centro, pelo bairro do Cecap e Jardim Presidente Dutra. Na área de autoshoppings a cidade dispõe de um representante, o Autoshopping recém inaugurado na margem oposta da Dutra (quando comparado ao Internacional Shopping).


Prefeitura Municipal
Av. Bom Clima, 90 - Bom Clima
Tel.: (11) 2468-0011 ramais 2409/2147
Tel/Fax: (11) 2442-9779


Fontes:
http://www.citybrazil.com.br
http://www.guarulhos.sp.gov.br
http://www.ibge.gov.br
http://pt.wikipedia.org/wiki

A Bandeira, o Brasão, o Hino

Bandeira:

Brasão
O primeiro Brasão de Guarulhos foi composto por Affonso de E. Taunay e descrito por Clovis Ribeiro.. "Escudo redondo português, encimado pela corôa mural privativa das municipalidades. Em campo azul, duas cabeças de índios e duas de brancos, de carnação, afrontadas. Em chefe (acima das duas primeiras cabeças) a lua crescente de ouro, atributiva de Nossa Senhora da Conceição; em abismo, a cruz "ancorada", atributo do apelido Alvares, na antiga heráldica portuguesa. No listel, enramado de hastes de cana de açúcar e de trigo, as mais velhas culturas do município, inscreve-se a divisa: o meu sangue é genuinamente paulista, ou "vere paulista sanguis meus". Como suportes do escudo, duas anhumas, as belas, grandes e ariscas aves que outrora deram nome ao Tietê de Anhembi (rio das Anhumas), nos anos primeiros de S. Paulo. Banha o antigo Anhembi as terras de Guarulhos e tem, como todos sabem, o maior significado, no conjunto das tradições paulistas, como o "rio das Monções".
"Neste brasão (escreve Taunay) estão reunidas as figuras relembradoras da fundação do arraial luso-indiático do século XVI e a do padre bandeirante João Alvares, vigário de S. Paulo e grande benfeitor da antiga aldeia de Nossa Senhora da Conceição, denominação atributiva ao arraial, depois vila e hoje cidade, pois indiferentemente se chamava o lugar Conceição ou Guarulhos." ("Brasões e Bandeiras do Brasil" - de Clovis Ribeiro).
Em 1991, no governo Paschoal Thomeu, o Brasão foi modificado pela Lei 3761, de 24 de Abril.
A bandeira
Instituída pela Lei 1679, de 7 de Dezembro de 1971

Hino
Sob o céu desta Pátria querida
Mais cem anos de luta e labor
Cingem hoje o teu nome Guarulhos,
Que se ergueu por seu próprio valor.
Chaminés, como lanças erguidas,
Nos apontam o caminho a seguir.
Trabalhando, vencendo empecilhos,
Desfraldando o pendão do porvir.
Tuas praças são livros abertos,
Onde lemos futuro e glória.
Crispiniano e Bueno fulguram
Como vultos eternos na história...
Que teu nome em mais um Centenário
E na língua tupi proclamado,
Seja um hino de paz, de esperança,
Por teu povo feliz entoado.
Pequenina nasceste, e João Álvares,
Jesuíta, benzeu-te com fé.
Tu és hoje cidade progresso,
Uma terra que vence de pé.
Eia, pois, guarulhense, avante,
Com bravura na luta febril,
Por São Paulo e por tudo o que é nosso,
E, acima de tudo o Brasil!

Fonte: http://www.guarulhos.sp.gov.br

Voltar Topo Indicar a um amigo Imprimir
 
Revista de Guarulhos - Entretenimento, informações e negócios
O meio mais rápido para que você encontre o que precisa
Nipotech